domingo: uma partida de futebol.

março 28, 2009

 

Como uma bela sobremesa mesmo depois de estar satisfeito de um belo jantar. Bebo minha dose de uísque acompanhado do meu cachimbo depois do trabalho. Tomo um banho de água quente durante longos minutos. Me equilibro com um maço por dia, de cigarro de filtro amarelo. De ar condicionado vou para o trabalho.

 Minha mulher me chama de vago e sujo. Ela reclama e questiona que realidade que vivo é ficção, já que me dopo o tempo inteiro de sensações de pura satisfação sem pensar em um contexto geral. Não vejo problema, depois da gula, o que melhor do que um cigarro pra digestão. Não caio na burrice da ressaca, me mantenho sempre bêbado. Pode ser vago, mas posso me dizer satisfeito (mas sempre com espaço a mais pra sobremesa).

A sobremesa é símbolo do puro prazer, do doce da vida trazido até a boca. Não pode ser necessidade depois de um belo prato de comida. Mas só me calo após o café. Já minha mulher não, ela nunca se cala, nunca. Janaina só se contenta quando cozinha feijoada de domingo para os amigos do futebol, que chegam ofegantes, já que compartilham dos mesmos hábitos que eu. Farofa, couve, toucinho. Jogamos futebol como mais um prazer, tirando o cansaço que limpa a culpa. Um dia pretendo me livrar disso. Da culpa, não da dependência, é claro. Quero poder gastar milhões de litros de água e ignorar que ela seja finita. Quero fumar milhões de charutos sem saber que meu pulmão não é de aço. Quero me entupir daquele toucinho ali da mesa, sem saber que coronária não tem diâmetro de encanamento. Ignorância seria divina. Cai no azar de conhecer.

Paulo, o goleiro oficial (ou seja, não consegue correr), sempre diz que esforço é seu pesadelo. Vive no limite da preguiça, que sustentam seus cinqüenta passos diários. Passos que o levam da cozinha a televisão. Passos que o levam até o carro parado no quintal. Esforço e cansaço são o inverso do prazer. Se jogar futebol é tão divertido, ele inventa uma maneira de não correr.

Guilherme é o contrário, corre enlouquecidamente, tem preparo físico desde de que nasceu prematuro no quarto da sua antiga casa na região Serrana. Correr não é problema, ainda mais quando o prazer pelo vento na cara o faz esquecer de qualquer preocupação. Mas acho que ele gosta é da Endorfina. Fica claro quando vejo sua cara de Buda ao sentar-se à mesa para o almoço. Ele nem come muito. Come o suficiente.

Bom, têm os outros. Um que só vai para fazer social com as mulheres da piscina: “Já to iiiiindo!”. Outro que parece não querer estar lá, mas que não consegue deixar de ir. Acho que a intenção é reclamar mesmo, e passar isso adiante. Outro que gosta de mostrar sua nova chuteira polida: “Veja como brilha que nem ouro!”; “Olhe essas travas, Roberto!”; “É… são bem bonitas mesmo”; “Imagina isso na sua canela!”; é… ai a piada ficou sem graça. O nome dele é José. Sabe aquele cara que só conta piada, é tudo de brincadeira, mas que tem um tom bem estranho por trás, é ele. Que ele estivesse zuando, mas não iria testar na hora da dividida.

 E eu? Porque jogo futebol? Eu corro um pouco. Mas competição não me atrai, me encanto com os momentos de união, com toda multiplicidade dos prazeres e com toda multiplicidade de como lidar com eles. Apesar da endorfina não ser minha amiga e do futebol não ser minha paixão, satisfaço meu prazer de alguma forma, que só se chama prazer porque meu cérebro se embebeda em dopamina. Esse é outro hábito meu: participar de uma partida de futebol com velhos amigos.

Passo a questionar Janaina, qual seria a diferença entre o crème brulée e a partida de futebol? Janaina diz que mesmo que crocante seja a superfície, o doce em excesso pode me fazer mal. Mas ela bem que reclama da minha demora nos domingos, quando o almoço sempre sai atrasado. Culpa do gordo, Paulo desajeitado que demora uma hora pra colocar a meia.

415498156_62462a64fb_b

Anúncios

One Response to “domingo: uma partida de futebol.”

  1. a Says:

    Um só é nosso preceptor, e somos todos irmãos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: