05.05.2009

maio 6, 2009

Mais um dia bogart de praia, toda terça é assim, parecia que não ia fazer sol, mas hoje, hoje acho que o dia veio como resultado de prece. Não que veio a me ajudar, a sustentar alguma incompetência ou dar oportunidades a um preguiçoso, prefiro dizer que ele pediu tudo que eu sei.

Tem costumado ser assim, eu peço e doou, participo, não me excluo do mundo. No meio de todo esse raciocínio sobre a profundeza de acontecimentos mínimos que só eu posso ter noção do valor, como: perguntas de um cobrador de ônibus sobre educação (dizia ele que estava em uma mudança, dizia ele que queria, queria e queria, me segurei para não retribuir com humildade toda aquela ambição, mas dele posso entender, injuriado com a vida e com um pai que o afastou dos estudos a base de “era só na base de pancada”); um garoto, que veio a mim, pedir uma fralda para seu irmão (enquanto no mesmo instante um cara era assaltado ao meu lado, sem dúvida essa foi concretamente uma doação, não digo pela fralda, mas pelo abraço); o sol apareceu e de fato enxerguei que era mesmo dia de praia.

Acabo falando sempre por dois, pra dois ou três que acabam se perdendo no fluxo, mas… continuo. O mar estava agitado, tinha placas de forte correnteza, e sol vinha a surgir. Gávea, o lugar de onde sempre vem o cinza, hoje era limpa pelo sol, que tinha sido questionado, não por mim, mas por ele que sentado ao lado estava. Antes de sentar no chão de areia, já que canga passou a ser mito “cara a gente tem que comprar uma canga” “De novo isso?”, caminhei alguns quilômetros ouvindo algo estranho acontecer no Vidigal, bem estranho por sinal, mas ali tudo já havia se acalmado.

De fato, não sei o que falo, mas achei que seria relevante vir a mostrar algo sincero sobre palavras, mostrando a falta de assunto, clichê? Depende…  Mas acredito, assim como hoje fez sol, que tenho algo interessante a dizer. Eu aqui como observador dos meus próprios fatos, e você me observando como objeto, será que devo mudar meu comportamento? Mas como ao meu lado agora, não tem ninguém vendo, posso perder o pudor e isso, que se fosse você, acharia interessante. Me incomodo demais com uma escrita fechada, dificilmente tira-se algo de interessante, talvez uma moral, talvez um sorriso, talvez uma lágrima, ou talvez te arranque um óóó… mas sei la…. it’s not funny at all.

Ahh… que dia que surgiu, apesar de deitar e não me importar com a vaidade de sair à milanesa alguns insetos me incomodaram, mas não tanto quanto um moço que soa como moça incomodou o cara da frente. Ele não agüentou, se levando e veio desabafar “Você já viu o tamanho da praia? O cara vem sentar logo do meu lado? Po, perai né…”, mereceu grandes risadas… “Que nem quando você ta no ônibus, algumas pessoas sentadas, lugares para todos, e o cara vem e senta do seu lado?!?! Po, faço cara feia, abro as pernas, ocupo todo o espaço, vê se pode!”, não parávamos de rir e concordar, até que se despediu “Boa tarde para vocês pessoal…” “Valeu.. Boa tarde!”.

A interrupção apagou minha memória, queria lembrar tudo que falavamos, sempre tem algo interessante, talvez alguma coisa sobre… uhn…. ahhh! Sim! Doideras… falávamos sobre encontros, abstraindo um pouco, como a vida se encaminha para algumas coisas, pelo menos era o que pensava… e ele o que pensas? “Guilherme o que pensas?” Bom… babou.. começou o papo sobre Deus e todo um blahblahblah que pra mim soa bem cansativo, assim como despretensão, caos, complexidade, experiência, já são assuntou que estão definidos no dicionário, definidos pelo Profeta.

Nossa… a essa hora já estávamos voltando.. uns dez quilômetros de caminhada para mim, parados na esquina um aperto de mão, queria tanto chegar em casa que fui correndo para o metrô, sorte que tinha cartão pré-pago, ia ser bem frustrante dar de cara com uma fila.

Que bom.. agora pelo menos a poucas ruas de casa estava, tudo como combinado, carrocinha de churros e milho e uma de batata fritas que para mim é nova, estava na hora do dia acabar, assim como o sol já estava indo, alguns passos; um suco; e casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: